Evidências de Deus , uma fé racional

este forum tem o propósito de organizar e juntar evidências científicas, filosóficas e racionais pela existência do Deus da biblia


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Atribuir eternidade a Deus é um pedido especial?

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Admin


Admin
Atribuir eternidade a Deus é um pedido especial?

Não é especial dizer que Deus seja eterno, já que é exatamente isso que o ateísta tem tradicionalmente dito sobre o universo: é eterno e sem causa. O problema é que temos boas evidências de que o universo não é eterno, mas teve um começo, e então o ateu é obrigado a dizer que o universo surgiu sem uma causa, o que é absurdo.

Se a lógica não explica justificativa especial justificável, tal lógica é claramente falha. É claro que um Criador Infinito que criou tudo envolveria uma alegação especial justificável. Tal Criador não seria como o resto de nós. É tão simples quanto ver a diferença entre um Ser Infinito (observe que eu não disse "existência") e bilhões de "seres finitos". O Um Ser Infinito é claramente diferente. O Ser Infinito que criou toda a existência é bem diferente dos seres finitos que são criados por esse Ser. É tão fácil como ver a diferença entre "aqueles que têm um começo", que são versos finitos, um "Criador Infinito", que não tem começo e só possui o atributo de Aseidade. Na teologia existem vários (o que chamamos) atributos incomunicáveis ​​de Deus. 1. seria onisciência. 2. onipresença. 3. omnisapience 4. Aseidade 5. imutabilidade 6. Eu incluiria ser omnitemporal. Há outros. Você vê, só Deus é infinito em todo lugar. Só Deus é o Criador do universo. Todo mundo é diferente. É por isso que temos algo tão básico quanto o pedido especial justificável para explicar essa clara diferença entre um Criador Infinito que criou tudo ... e todas as outras existências finitas.

Deus é eterno e sem causa. Isso não é um pedido especial para Deus, pois é exatamente isso que o ateísta tem tradicionalmente dito sobre o universo: é eterno e sem causa. O problema é que temos boas evidências de que o universo não é eterno, mas teve um começo, e então o ateu é apoiado no canto de dizer que o universo surgiu sem uma causa, o que é absurdo. 

A pessoa que comete a petição especial está alegando que está isenta de certos princípios ou padrões, mas não fornece nenhuma boa razão para sua isenção. 
Esta é a sentença chave para decidir se sou culpado de alegação especial ou não. Os padrões que estabeleci para o universo e nego a Deus caem na minha primeira premissa:
O que quer que comece a existir requer uma causa

Eu digo que esta premissa se aplica ao universo e não se aplica a Deus.

Por que isso se aplica ao universo:
Dentro deste universo, toda experiência e experimento realizados pela humanidade mostra que, se nada acontecer, nada acontece. Se você não plantar uma semente, a árvore não crescerá. No entanto, se uma árvore crescer, então uma semente DEVE ter sido plantada. Não ha alternativa. Como essa regra é consistente em todo o universo, é lógico pensar que essa mesma lei se aplica ao próprio universo. Além disso, temos evidências de tal começo. Descobrimos a radiação de fundo, uma vez hipotética, que teria seguido um começo explosivo para o universo. O deslocamento da luz vermelha indica que todas as outras galáxias estão se afastando de nós. Isso seria muito provável se o universo tivesse um começo explosivo, mas improvável se o universo fosse sempre.

Por que isso não se aplica a Deus:
Deus começou a existir? Cientificamente, não há resposta. A única resposta pode ser encontrada na teologia e essa resposta é não. É importante lembrar aqui que não estou mudando ou reinventando a Deus para que ele se encaixe nos critérios desse argumento. A idéia de que Deus era eterno remonta, pelo menos, à escrita da gênese, que está bem antes da mudança de BCE / EC. Então, não estou ajustando os fatos a Deus, não estou ajustando Deus aos fatos. Ambos são os mesmos. Mais uma vez o CFC do universo é fixo. Se o universo começou (o que é uma análise aceita da ciência), então sua causa deve estar dentro de certas diretrizes, que eu estabeleci. O fato de que o Deus descrito na Bíblia se encaixa nessas diretrizes não é o produto da teologia, mas sim a coincidência.

Ver perfil do usuário http://elohim.heavenforum.com

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum